19 de janeiro de 2022
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Milhares de católicos acompanham a celebração de Corpus Christi em Paulo Afonso

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
a1fe2cda-26ae-433e-bd9e-20c7e2981360

PAULO AFONSO– Ainda sob o crepúsculo deste dia 20 de junho, Padre Adriano e Padre Ednaldo conduziram o Santíssimo pelas inúmeras ruas que concentram as três paróquias da Ilha: Perpétuo Socorro, São Francisco e Nossa Senhora de Fátima.

Milhares de católicos participaram da solenidade Corpus Christi mostrada  a seguir na reportagem do seminarista Diego Vitorino com fotos da Pascom Perpétuo Socorro:

Pátio da Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Solenidade de Corpus Christi 2019. Foto Pascom Perpétuo Socorro.

Os preparativos para a solenidade do corpo e sangue de Cristo começaram cedo, quando os jovens dos diversos grupos e movimentos prepararam arranjos com flores, pães a serem distribuídos ao povo,  tapetes na frente das igrejas por onde passaria a procissão com o Santíssimo.

Com a presença de padres, seminaristas, religiosas e leigos, foi celebrada na paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro a solenidade de Corpus Christi que, unindo as paróquias da Ilha, reuniu uma grande multidão.

Confecções dos tapetes na Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangre de Cristo 2019. Foto: Pascom Perpétuo Socorro.

A missa foi presidida pelo padre Adriano Carvalho, vigário da paróquia do Perpétuo Socorro e atual chanceler da diocese. Em sua homilia ressaltou: “É necessário eucaristizar todos os ambientes em que estamos presentes. A igreja, com a eucaristia, deve demonstrar união em meio a um mundo sempre mais dilacerado pelo ódio, violência e intolerância.” Ao fim da celebração, iniciou-se a procissão.

Que percorreu as principais vias da cidade. Por onde passava, Jesus recebia sempre uma demonstração de amor: um altar na porta de uma casa, flores que eram lançadas em seu carro-andor, lágrimas daqueles que não podiam acompanhar, louvores da grande multidão.

Celebração de Corpus Christi 2019, na Perpétuo Socorro.

Chegando a igreja de São Francisco, Padre Ednaldo enfatizou: “O dia de hoje deve ser vivido por nós como o dia do “orgulho católico”, pois comungamos do verdadeiro corpo e sangue de Cristo que unido a nós se torna o nosso corpo e o nosso sangue.”

Um leigo da paróquia ainda entoou o canto Panis Angelicus “O pão dos anjos tornou-se o pão dos homens”. Depois de distribuído os pães abençoados, a procissão seguiu pelas ruas da cidade em direção a Catedral de Nossa Senhora de Fátima onde findou-se com a benção do Santíssimo Sacramento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *