5 de julho de 2022
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Dom Guido: “Corremos o risco de ficar na igreja e esquecer de amar a Jesus”

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
9e6e1138-31cf-4ef8-8d23-9652581ff23d

Glória –  O bispo dom Guido Zendron presidiu a santa missa da 7ª noite, da Trezena de Santo Antônio, nesta sexta-feira.

O bispo refletindo o tema “Batizados e enviados, a igreja de Cristo em missão no mundo”, disse que ainda é muito pouca a consciência do sacramento entre os católicos.

“O Papa tem uma percepção muito maior que a nossa para entender aquilo que a Igreja é chamada a viver nesse momento histórico, e ele percebeu que muitos de nós cristãos católicos não temos consciência do valor, da beleza e responsabilidade que temos a partir do batismo. ”

O bispo usou como exemplo a demora das famílias em batizar as crianças. “Às vezes estamos aqui na Igreja, ocupados em muitas coisas e esquecendo o principal: amar a Jesus.  Quantas vezes esquecemos que o nossa fazer deve ser unicamente responder ao amor de Jesus; pensar que antes de ser eu que preciso do amor de Deus, é Ele que precisa do meu amor. Então o batismo é a modalidade que a igreja nos introduz nesse diálogo de amor, é o início do amor de Jesus por nós, dizendo que precisa do nosso amor.”

“O amor ao próximo”

“Estar na Trezena é muito bonito, e podemos fazer intensamente, mas sem o amor a Deus e ao próximo, será apenas uma ilusão. Tudo o que Cristo fazia era justamente educar os apóstolos a entender que a grandeza da vida, não consiste em primeiro lugar, em amar a Deus, não conseguimos, mas em aceitar sermos amados por Deus, para depois amar a Ele e ao próximo.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.