Artigos, Textos e Notícias

header background
12 de agosto de 2017 - 18:40 - Postado por Ivone Lima

‘Daremos a vida se preciso for’, declara frei Miguel, em missa de posse presidida por dom Guido

Dom Guido celebrou na noite desta sexta-feira 11, a missa de posse do novo administrador da paróquia Sagrada Família [BTN II], frei Miguel Terto Silva, concelebrada pelos padres: Luís Tibúrcio (Centenário), Jeferson (Chorrochó), Honildo (Santa Brígida) Tiago Nunes (Cícero Dantas), Marcílio (Glória) e os freis Cláudio e José (Vigário).

Praça da Igreja Sagrada Família no BTN II, celebração para a missa de posse de frei Miguel.

A festa foi preparada com capricho pelos paroquianos, uma celebração belíssima, campal, teve jantar comunitário, música e a vivacidade de frei Miguel, sempre animado e disposto; também recebendo o carinho de pessoas das comunidades rurais.

A única riqueza é Cristo

“A paróquia não começa hoje, tem uma história que muitos construíram que também é a do reino de Deus, e viver a pobreza é reconhecer que tem muitos aqui no bairro que não conhecem Jesus Cristo. Tantas crianças que nem se quer sabe o nome de Jesus, e muitos jovens que nunca entraram na porta de um igreja, então a pobreza não é só uma questão material. A pobreza é quando nós não temos mais o sentido para podermos viver a vida. E o dom do batismo e demais dons que Deus nos dá podem crescer e se multiplicar e fazer da minha vida uma vida feliz à medida em que eu compartilho.

Equipe de canto para animação da santa missa de posse.

Viver sendo humilde

“Santa Clara nos diz que para conhecer bem a humildade basta-nos olhar como Cristo aceitou bem a Paixão e à morte. Ele que podia aceitou sofrer e morrer para nos salvar. A Humildade numa paróquia, ligada também à pobreza é, em primeiro lugar reconhecer que o dons que eu tenho não são meus, foi Deus quem me deu. Se eu canto bem, porque Deus me deu uma boa voz; não somos nós a medida de ninguém, cada pessoa é filho e filha de Deus, e tem seus dons, na humildade reconhecemos e valorizarmos, e tudo nos serve se Deus for o centro de tudo.”

Missa campal para posse de frei Miguel.

A caridade

“A caridade não é questão de dinheiro, mas reconhecer no outro a presença viva de Jesus. A Igreja é o sacramento de comunhão, união e caridade. Às vezes é preciso dar um passo atrás e amadurecer uma ideia. Que tristeza quando alguém diz ‘é aquele padre?, não vou’, ‘não é do meu jeito, então vou embora’ veja que a falta de caridade não é porque não damos dinheiro, mas porque não damos o coração. Tem poucos que dão todo o coração sem precisar depois viver a caridade com dinheiro. Vamos aprender como Jesus Cristo vive e quer continuar a viver através de nós valorizando esses três milagres”.

Dom Guido falou em três virtudes: pobreza, humildade e caridade.

Agradecimentos de frei Miguel

Emocionado pelo calor dos fiéis, mensagens de acolhida, o frei se disse muito feliz e grato, ao Instituto Missionário Servo do Senhor, a qual pertence:

“Aqui com a presença do vigário frei José, juntos daremos à vida se preciso for pelo bom andamento desta paróquia, a diocese de Paulo Afonso e ao nosso bispo dom Guido Zendron que nos confiou a paróquia e ao clero, bem como a cada um de vocês povo da Sagrada Família.”

Frei Miguel cumpre rito da missa de posse, e assina documento como novo administrador da paróquia Sagrada Família.

Padres que participaram da missa de posse de frei Miguel.

 

Pascom.

Sobre o autor

Recentes Post

Comentários

Sem Comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>