Artigos, Textos e Notícias

header background
17 de abril de 2017 - 10:24 - Postado por Ivone Lima

Festa de Santo Expedito. ‘A Quaresma termina na liturgia e continua em nossa vida’, diz Pe. Gilmar

Pe. Gilmar celebrou a 1ª noite do Tríduo a Santo Expedito na comunidade da rua do Sol, com os demais convidados: animação ECC, e as comunidades Mãe Rainha, Santa Terezinha, São Cristóvão e Santa Luzia. Tema: ‘Santo Expedito e Maria servos fiéis’.

Comunidade de Santo Expedito, na Rua do Sol, celebrações a partir das 20 horas.

A comunidade preparou também um bingo de um bode e rifas que já estão circulando por aí, a preços simbólicos para ajudar, e ainda refletindo o período quaresmal, convida a todos para a festa de Santo Expedito, que como lembrou Pe. Gilmar, era chefe do exército, mas deixou tudo para servir a Cristo, segue o pároco, com a homilia do domingo santo da Páscoa.

Pe. Gilmar e a equipe litúrgica da 1ª noite, hoje dom Guido celebra a 2ª noite.

Homilia

″(…) Ele abriu os ouvidos para escutar a voz do Pai, e fez tudo que o Pai pediu, por isso Ele se entregou livremente como uma ovelha que é levada ao matadouro, se sacrificou por nós, viveu plenamente a liberdade. O grande mal nosso hoje é que nós achamos que obedecer tira a liberdade, mas é o contrário: quem obedece é livre. Ele entregou a vida e a recebeu de volta. Hoje não queremos obedecer aos pais, nem a professor, muito menos à Igreja. ″

A comunidade preparou bingos e rifas de um bode e outros prêmios.

Pe. Gilmar explicou que assim como Maria Madalena, que vai buscar Jesus onde Ele não está, fazemos nós:

″Através de uma fuga nas drogas, nos vícios e em tantas outras coisas, e às vezes até na própria oração para não ver a realidade em que nós estamos vivendo. E onde Jesus está?, na pessoa do irmão e irmã: ‘onde dois ou três estiverem reunidos Eu estou no meio de vós’, ‘o que fizeres aos pequeninos é a mim que estas fazendo, tive fome me deste o que comer, tive fome e me vestistes, estive doente e preso e fostes me visitar’.″

A Quaresma continua em nosso cotidiano

″Muita gente acha que terminou a Quaresma e a vida vai continuar como era antes, não. Essa é uma preparação para mudarmos de vida, não podemos ser mais homens e mulheres infiéis, não podemos mais usar: egoísmo e ganância, vamos vestir a roupa nova que o Cordeiro nos deu: caridade e fraternidade, comunhão, amor e a paz, e isso só acontece vivendo o que a Igreja nos pede no Brasil, este ano cuidando dos Biomas.″

 

Pascom

Sobre o autor

Recentes Post

Comentários

Sem Comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>